Orçamento

Desejo receber uma proposta para publicidade ou optimização


mais

Apoio Online

Conferêncie agora com o nosso suporte comercial

Clique aqui para obter apoio on-line mais

Notícias

Inesting organiza Seminário


É já no próximo 26 de Maio o evento que se impunha sobre Email Marketing.


mais

Inesting caso de estudo do Portugal Inovador


Iniciativa do Diário Económico e PT Negócios.


mais

Inesting apresenta Casos de Estudo do Turismo


Foi durante o seminário Turismo e Marketing Digital


mais

Siga-nos


Siga-nos no Twitter

Siga-nos no YouTube

Siga-nos no Facebook

Índice de Qualidade Google AdWords


Porque não deixar o ranking dos anúncios ser determinado pelo nível de preços que cada anunciante está disposto a pagar? Este era o modelo utilizado nos primórdios deste tipo de publicidade, e por algumas plataformas menos sofisticadas actualmente.

Mas o facto é que neste jogo, a ausência de indicadores qualitativos para complementar o CPC, provoca ineficiências que trazem impactos negativos a todos os interessados: utilizadores, anunciantes e motores de busca.

O impacto negativo genérico é imposto pelo facto de uma campanha, por mais mal gerida que fosse, poder sempre ter maior visibilidade que as restantes, desde que estivesse disposto a pagar por isso.

Utilizador – Acabaria por clicar em anúncios e visitar páginas que não oferecem aquilo que procura.
 
Anunciante – Acabaria por pagar muito por visitantes pouco valiosos, e obter menos cliques que os que podia naquela posição.

Motores de Busca – Teria as posições cimeiras (que geram mais cliques) ocupadas por anúncios que não geram tantos cliques como os que podiam, e anúncios com mais potencial, escondidos na sua sombra.

No caso do Google AdWords, o Índice de Qualidade vem servir claramente como um factor de correcção do sistema, obrigando campanhas piores a pagar mais e recompensando as campanhas melhor geridas.

Esta correcção faz-se a dois níveis: pela definição de um CPC Mínimo e pela definição da posição do anúncio.
 
Para mais informações sobre índice de qualidade recomendamos a consulta de um artigo do colega Duarte Canário no site marketingtecnologico.com.